Diversos motivos podem fazer garotos em pleno auge da adolescência se reunirem para montar uma banda de garagem. Mas na Inglaterra, o futebol foi responsável por aproximar amigos na cidade de Leeds e formarem uma das bandas mais renomadas do rock indie, que tem ganhado cada vez mais espaço no cenário musical. No início dos anos 2000, além de se juntarem para fazer um som de garagem, os amigos Ricky Wilson, Andrew White, Simon Rix, Nick Baines e Vijay Mistry assistiam atentamente ao time Leeds United, que na época vivia seus últimos anos de notoriedade na elite do campeonato inglês.

Um dos jogadores que mais se destacaram no plantel do Leeds United daquele período era Lucas Radebe, capitão da equipe. O jogador africano começou sua carreira profissional no Kaizer Chiefs FC, time da cidade de Joanesburgo. Inicialmente como um meio-campista, tornou-se zagueiro por se adaptar ao estilo mais defensivo de jogo. Radebe foi descoberto por olheiros do Leeds United e, motivado a buscar uma realidade melhor que na capital africana, mudou-se para a Inglaterra em 1994 e estreou pelo clube no mesmo ano. O Kaizer Chiefs FC não imaginava que Radebe fosse se tornar uma grande estrela do futebol de seu país, e o vendeu pelo baixo valor de £250.000 euros.

No Leeds, atuou durante onze anos, de 1994 e 2005, alcançando o auge de sua carreira e se tornando referência principalmente para o jovens jogadores de seu país. Após alguns anos na equipe, em reconhecimento à sua liderança e habilidade, Radebe recebeu a braçadeira de capitão na temporada 1998-99, sendo apelidado de The Chief (“O Chefe”) e Rhoo pelos torcedores. Em 2000, sofreu uma forte pancada na cabeça durante a partida entre Leeds e Barcelona, válida pela Fase de Grupos da Liga dos Campeões da Europa. Durante este jogo, realizado em Barcelona, Radebe se chocou com o seu companheiro de equipe, o francês Olivier Dacourt e o jogador do Barcelona Alfonso, sendo retirado de campo com o pescoço imobilizado. No entanto, o jogador se recuperou sem nenhuma sequela.

Aquela temporada foi muito marcante para o clube devido ao retorno do Leeds à Champions League – torneio que os ‘Whites’ não disputavam desde 1992/93 – quando foram eliminados na segunda fase eliminatória pelo Rangers, após terem vencido o Campeonato Inglês da temporada anterior, a última antes do início da era Premier League. Desde então o time não voltou a disputar a competição continental e hoje lidera a Championship, segunda divisão inglesa, sendo treinado pelo argentino Marcelo Bielsa.

Já Lucas Radebe, se aposentou oficialmente do futebol em um jogo de despedida organizado pelo Leeds United em 2005. Com um total de 200 partidas pela liga nacional, se tornou um dos jogadores com mais jogos pelo clube. Como gratidão à sua longa passagem pelo Leeds United, Radebe recebeu um convite para trabalhar em outra função no clube inglês. Mas um dos legados de Radebe como estrela do clube inglês brilha longe dos gramados.

Aqueles amigos que se reuniam para ver os jogos do Leeds aos fins de semana deram origem a banda Kaiser Chiefs. Torcedores fanáticos do clube white, resolveram sair da garagem e partir para a carreira profissional em 2003, adotando o nome do grupo inspirado no primeiro clube do então capitão Radebe. Por questões contratuais, o ‘Kaiser’ da banda teve que ser escrito com ‘s’, na referência ao time africano Kaizer Chiefs Football Club. Sucessos como “I Predict a Riot”, “Ruby”  e “Oh my God” fizeram com que a banda inglesa fosse reconhecida como uma das pioneiras do gênero “rock indie” na Europa, conquistando espaço pelo mundo a fora anos depois.

A banda Kaiser Chiefs já esteve no Brasil se apresentando no festival Lollapalooza, em 2013 e no Cultura Inglesa Festival, em 2016. A banda recebeu diversos prêmios ao longo da carreira devido os seis álbuns lançados e avaliados pela crítica como os melhores do gênero na Inglaterra. Lucas Radebe ao saber da homenagem que a banda fez, se mostrou muito lisonjeado e se declara fã dos garotos de Leeds até hoje. O ex-jogador também é muito amigo do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela. Em um encontro com Radele, Mandela fez uma brincadeira e disse que ele era seu herói.

O lendário capitão dos ‘Whites’ já escreveu livros e se dedica também a ações que levam o futebol para as comunidades mais carentes em toda África. Atualmente o Leeds United busca voltar à elite do futebol inglês para retornar aos tempos gloriosos do clube. A banda Kaiser Chiefs faz rock de qualidade com a mesma espontaneidade de ainda estar numa garagem. Mas a relação de Radebe, Kaiser Chiefs e o saudosista time inglês prova que o futebol sempre supera as quatro linhas e revela histórias incríveis fora de campo a todo tempo.